Divulgando

Mestre Paulão Kikongo
De Mestre Paulão Kikongo novembro 3, 2008 13:22

Divulgando

MOBILIZAÇÃO PARA A DERRUBADA DO VETO PRESIDENCIAL À REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE MUSICOTERAPEUTA
Prezados musicoterapeutas, estudantes e amigos da profissão,

Fomos surpreendidos pelo veto presidencial ao Projeto de Lei que tratava da regulamentação da profissão de musicoterapeuta. Esta notícia é muito séria, porém ainda nos restam alternativas de mobilização em direção à tentativa de derrubada deste veto. O secretariado da UBAM e o conjunto de associações já estão se articulando politicamente para concretizar este objetivo, junto com políticos que apoiam nossa causa.

Este momento é difícil, mas não deve nos abater. Precisamos manter nosso movimento e saber que as lutas políticas são sempre duras. Podemos "perder uma batalha", mas "não perdemos a guerra". Esta luta será tão proveitosa quanto for nosso compromisso em mantê-la a longo prazo, bem como em sabermos nos organizar e cooperar em prol do movimento político por nossa carreira.

Pedimos que todos permaneçam com nossa mobilização via e-mails, porém, agora, pedimos que todos enviem mensagens ao Presidente da República com o seguinte texto:
"Pedimos a derrubada do veto presidencial ao Projeto de Lei 25/05, que regulamenta a profissão de musicoterapeuta".

Por favor, atenham-se a este texto, sem colocar mais informações na mensagem. É necessário um grande número de mensagens novamente (precisamos de "volume" de mensagens).
Este texto deve ser enviado novamente pelo site:
https://sistema.planalto.gov.br/falepr/exec/index.cfm
JUNTOS VAMOS LONGE!!!!
Um grande abraço a todos!
Secretariado da UBAM
Sheila Volpi – Secretária Geral
Laize Guazina
Mariana Arruda

Fonte: 3setor@yahoogrupos.com.br em nome de Ricardo Loureiro (ricardoloureiro55@globo.com)

http://feedproxy.google.com/Berimblog

Este artigo pertence ao Berimblog | Blog oficial de Mestre Paulão.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.
Mestre Paulão Kikongo
De Mestre Paulão Kikongo novembro 3, 2008 13:22
Escreva um comentário

Sem comentários

Ainda sem comentários!

Deixe-me contar uma história triste! Ainda não há comentários, mas você pode ser o primeiro a comentar este artigo.

Escreva um comentário
Ver comentários

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*