TV Brasil exibe diversos filmes para homenagear Zumbi

Mestre Paulão Kikongo
De Mestre Paulão Kikongo novembro 20, 2008 13:22

TV Brasil exibe diversos filmes para homenagear Zumbi

No mês em que se comemora a Conciência Negra, a TV Brasil irá exibir diversos filmes. Entre os quais Abolição, de Zózimo Bulbul, que marca o centenário da abolição oficial da escravatura no Brasil e mostra as dificuldades que os afro-descendentes brasileiros enfrentam até hoje.

Fique ligado na programação e não perca. Segue abaixo os dias e horários de exibição dos filmes:

 

Cinema na TV Brasil
Programação dos filmes a serem exibidos

QUINTA-FEIRA 20/11 – DOC TV II – 1h10
FILME: "Uma Princesa Na Terra" – 2005
DIREÇÃO: José Reis Filho
CLASSIFICAÇÃO: Livre

Uma Princesa Negra na Terra do Marabaixo proporciona um passeio pela cultura afro-descendente, pouco divulgada no resto do país. O Amapá é o estado brasileiro com a maior quantidade de comunidades afro-descendentes do Brasil, sendo, muitas delas, quilombolas.

O documentário mostra o modo de vida destas comunidades, como a fatura do Tucupi, da farinha de mandioca, a caça e a Festa do Marabaixo – um ritmo e folguedo popular típico do Amapá.


SEXTA-FEIRA 21/11 – PROGRAMA DE CINEMA – 22h
FILME: "Abolição" – 1988
DIREÇÃO: Zózimo Bulbul
CLASSIFICAÇÃO: Livre

O filme marca o centenário da abolição oficial da escravatura no Brasil e mostra as dificuldades que os afro-descendentes brasileiros enfrentam até hoje. Abolição é um documento nacional com depoimentos de importantes personagens para a preservação da cultura negra no Brasil, como Abdias do Nascimento, Lélia González, Beatriz do Nascimento, Grande Otelo, Joel Rufino e Dom Elder Câmara em contraposição com D. João de Orleans e Bragança e de Gilberto Freire.

O longa questiona o tipo de abolição que houve no país, já que, passados mais de 100 anos, a situação continua de constante luta, desigualdade e racismo.


SÁBADO 22/11 – DOC – 16h
FILME: "Quilombos Vivos" – 2006
DIREÇÃO: Denise Monson e Ariane Porto
CLASSIFICAÇÃO:

Quilombos Vivos retrata como é a vida nos quilombos reconhecidos oficialmente e que ainda resistem ao tempo e às ameaças dos grileiros. Quase a metade deles está concentrada na região do Vale do Ribeira, no sul de São Paulo. O documentário mostra os costumes, histórias, curiosidades, natureza, passado e futuro dessas comunidades. Documentário. De Denise Monson e Ariane Porto. 2006.


SÁBADO 22/11 – DOC TV MELHORES – 22h30
FILME: "Quilombagem" – 2007
DIREÇÃO: Jurandir Costa
CLASSIFICAÇÃO:

O documentário mostra o drama e a resistência das comunidades Quilombolas Santo Antônio do Guaporé e Pedras Negras, situadas na fronteira do Brasil com a Bolívia, em plena floresta amazônica. Os moradores vivem isolados do resto da sociedade e sofrem com a falta de transporte, serviços de saúde e educação.

Um barco do governo visita a área apenas uma vez por mês. Algumas famílias foram expulsas de seus territórios, indo morar em cidades adjacentes. Apesar de todas as dificuldades, como os conflitos com o Ibama, pela criação de uma reserva biológica no território, essas comunidades ainda resistem.


SÁBADO 22/11 – PROGRAMA DE CINEMA – 00h30
FILME: "Encontro com Milton Santos" – 2007
DIREÇÃO: Silvio Tendler
CLASSIFICAÇÃO: Livre

Uma entrevista feita com o geógrafo Milton Santos, em 4 de janeiro de 2001, é o ponto de partida do documentário Encontro com Milton Santos ou O Mundo Global Visto do Lado de Cá. O filme, que registra a última fala gravada de Milton Santos, discute a globalização e seus efeitos nos países e cidades do planeta. O geógrafo baiano morreu em 24 de junho de 2001, na cidade de São Paulo, aos 75 anos, vítima de câncer.

O documentário foi premiado com o Candango de Melhor Filme – Júri Popular, no Festival de Brasília.

Geógrafo e livre pensador brasileiro, discreto e combativo, Milton Santos dizia que a maior coragem, nos dias atuais, é pensar. Escreveu livros que surpreenderam os geógrafos brasileiros e de todo o mundo, pela originalidade e audácia: O Povoamento da Bahia (48), O Futuro da Geografia (53), Zona do Cacau (55), entre muitos outros. 

Em 1964, foi preso e exilado até 1977, período em que ensinou na França, Estados Unidos, Canadá, Peru, Venezuela e Tanzânia, escrevendo e lutando por suas idéias. Milton Santos foi o único estudioso fora do mundo anglo-saxão a receber o prêmio Vautrin Lud, considerado o Nobel da Geografia, pelo conjunto de sua obra, em 1994


DOMINGO 23/11 – PROGRAMA DE CINEMA – 12h
FILME: "A Negação do Brasil" – 2000
DIREÇÃO: Joel Zito Araújo
CLASSIFICAÇÃO: Livre

O documentário analisa a participação e evolução do negro na telenovela brasileira no período 1963-1997, quando se atribuía a atores negros papéis estereotipados e depreciativos. Baseado nas memórias do diretor e em fortes evidências de pesquisas, o filme aponta as influências das telenovelas nos processos de identidade étnica dos afro-brasileiros e faz um manifesto pela incorporação positiva do negro nas imagens televisivas do país.

A obra, que contribuiu para o debate sobre o papel da mídia e a luta dos atores negros pelo reconhecimento, participou de mostras e festivais nacionais e internacionais, recebendo, entre outros, o prêmio de Melhor Filme da competição brasileira do 6° Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade, 2001. Documentário. De Joel Zito Araújo. 2000. 91min.


Este artigo pertence ao Portal Capoeira do Rio.
Todos os direitos reservados.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.
Mestre Paulão Kikongo
De Mestre Paulão Kikongo novembro 20, 2008 13:22
Escreva um comentário

Sem comentários

Ainda sem comentários!

Deixe-me contar uma história triste! Ainda não há comentários, mas você pode ser o primeiro a comentar este artigo.

Escreva um comentário
Ver comentários

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*