Reportagens

Mestre Paulão Kikongo
De Mestre Paulão Kikongo dezembro 4, 2008 21:28

Reportagens

São Paulo, 04/12/2008
Brasil reforma curso para empreendedor
Por sugestão brasileira, programa mundial da ONU para formação de empreendedores vai durar menos dias para atrair mais participantes

Um seminário que reúne uma série de cursos realizado em 31 países sobre empreendedorismo vai ganhar cara nova por sugestão brasileira: as atividades vão ter duração reduzida em três dias para que mais empresários possam participar . Com o novo modelo, a previsão é aumentar o número de participantes anuais em 30% em relação a 2008, quando 18 mil pessoas assistiram às aulas, em 5 mil seminários oferecidos.

Com o nome de EMPRETEC (Programa de Desenvolvimento de Empreendedores), os cursos são oferecidos há 18 anos no Brasil com o apoio do PNUD. O objetivo é treinar micro e pequenos empresários para melhorarem a gestão de seus negócios por meio do fortalecimento de características pessoais, como autoconfiança, persuasão e comprometimento. A iniciativa, no Brasil, pelo SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Até 2008, os cursos eram oferecidos em nove dias. Pesquisa do SEBRAE apontou que havia empreendedores que gostariam de participar das atividades, mas que não tinham disponibilidade para se ausentar durante todo o tempo do curso. Por isso as aulas foram remodelas e as atividades passaram a durar seis dias.

"O conteúdo do curso não foi reduzido, mas alguns exercícios foram suprimidos, para que o seminário não perdesse qualidade", afirma a coordenadora nacional do EMPRETEC, Carla Virginia Costa. O novo modelo foi divulgado no Encontro Internacional de Empreendedores, realizado em São Paulo, entre 20 e 22 de novembro.

Durante o evento, o UNCTAD (Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento) — responsável pela metodologia original do curso — aprovou o novo modelo brasileiro e recomendou que os outros países também adotem o currículo reduzido.

Desde que o SEBRAE assumiu a coordenação nacional dos seminários, em 1993, mais de 120 mil pessoas participaram dos cursos.

Fonte: ONU-Brasil


Este artigo pertence ao Portal Capoeira do Rio.
Todos os direitos reservados.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.
Mestre Paulão Kikongo
De Mestre Paulão Kikongo dezembro 4, 2008 21:28
Escreva um comentário

Sem comentários

Ainda sem comentários!

Deixe-me contar uma história triste! Ainda não há comentários, mas você pode ser o primeiro a comentar este artigo.

Escreva um comentário
Ver comentários

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*