Capoeira sai vitoriosa de Encontro Nacional

Mestre Paulão Kikongo
De Mestre Paulão Kikongo agosto 23, 2009 23:12

Capoeira sai vitoriosa de Encontro Nacional

Jairo Junior (SP), Zulu Araújo (Presidente da Fundação Cultural Palmares) e Mestre Paulão (RJ)
A delegação do Rio de Janeiro que participou do Encontro Nacional dos Mestres de Capoeira realizado em Brasília entre os dias 19 e 21 de agosto, como parte das comemorações dos 21 anos da Fundação Cultural Palmares, após grande debate, conseguiu aprovar diversas de suas propostas com vistas a regulamentação da Profissão de Mestre de Capoeira.

Mesa dos Mestres de Capoeira e chegada dos Mestres ao aeroporto de Brasília/DF
O encontro, que contou com a participação de Mestres de Capoeira de 23 estados brasileiros, teve a seguinte programação:

Mestre Tonho Matéria (Ba), Zulu Araújo (DF) e Mestre Gavião (RS)
Mesa de Abertura com o Presidente da Fundação Cultural Palmares, Zulu Araújo; Marcia Sant’Anna, representante do IPHAN; representante do Ministério das Relações Exteriores, entre outros.
Na mesa seguinte foi discutido a Capoeira como Patrimônio Cultural: reconhecimento nacional e internacional e teve como palestrantes Márcia Sant’Anna diretora do Patrimônio Imaterial do IPHAN, que discorreu sobre a salvaguarda da capoeira e sobre a proposta de encaminhar para UNESCO pedido de tombamento da Capoeira como Patrimônio Cultural da Humanidade e que falou, ainda, sobre o cadastramento prévio que tem sido feito pelo IPHAN com os Mestres de Capoeira e a realização, em 2010, de encontros nas principais regiões do país, sobre e para o cadastramento dos Mestres de Capoeira e para saber de que formas a roda de capoeira e o ofício do Mestres pode ser preservado; já Carlos Kessel, representando o Ministério das relações Exteriores, falou sobre o apoio que o Itamarati tem dado aos Mestres e demais profissionais de Capoeira que atuam no exterior, propondo, inclusive, ações conjuntas com estes profissionais e as embaixadas brasileiras nos mais de 100 países pelo mundo.; Mestre Luiz Renato Vieira, nesta mesa, falou sobre politicas públicas para a Capoeira, fazendo uma apresentação histórica do envolvimento da Capoeira com os poderes públicos. Está mesa foi coordenado pelo Professor Mestre e Coordenador do NEAFRO – Núcleo de Estudos Afrobrasileiros da Universidade católica de Brasília, Carlos Alberto de Paula.
Na terceira mesa, a palavra deos Mestres é que se fez ouvir. Composta a mesa com representantes de todos os 23 estados presentes, deu-se inicio aos trabalhos presididos pelo Mestre Curió. Entre os diversos assuntos tratados pelos Mestres, os mais importantes foram a aprovação do apoio ao PLC (Projeto de Lei da Câmara) 031/2009 que trata da profissionalização e regulamentação da Profissão de Mestres de Capoeira, inclusive apresentando um substitutivo ao Senado; a criação da Rede Nacional da Capoeira (http://redenacionaldacapoeira.ning.com/); da mobilização dos capoeiristas em torno da lei 10.639/2003; o cadastramento urgente dos Mestres antigos que se encontram em situação precárias para que nós possamos buscar, o mais rápido possível, meios de ajudá-los, dando-lhes condições de vida compatíveis com suas contribuições ao desenvolvimento da nossa Capoeira, estre outros.
Foi proposto, ainda, que em todos os estados brasileiros abrissem discussões sobre a regulamentação da profissão e que estas fossem postadas na Rede Nacional da Capoeira.
A nossa luta está apenas começando, mais contamos com você capoeirista, você simpatizante, pesquisador, acadêmico, gestor público, para entrar nesta luta conosco.

Este artigo pertence ao Portal Capoeira do Rio.
Todos os direitos reservados.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.
Mestre Paulão Kikongo
De Mestre Paulão Kikongo agosto 23, 2009 23:12
Escreva um comentário

Sem comentários

Ainda sem comentários!

Deixe-me contar uma história triste! Ainda não há comentários, mas você pode ser o primeiro a comentar este artigo.

Escreva um comentário
Ver comentários

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*