Capoeira perde mais uma enciclopédia

Mestre Paulão Kikongo
De Mestre Paulão Kikongo setembro 23, 2019 22:42

Capoeira perde mais uma enciclopédia

Destaques da História

  • Morreu hoje, no Espírito Santo, Alcebíades Milton Cabral, Mestre Cabral, presidente da FECAES, Federação de Capoeira do Espírito Santo e militante histórico do Movimento Negro Capixaba.

Artigos Relacionados

Morreu hoje, no Espírito Santo, Alcebíades Milton Cabral, Mestre Cabral, presidente da FECAES, Federação de Capoeira do Espírito Santo e militante histórico do Movimento Negro Capixaba.

Tivemos a oportunidade de conviver com o Mestre Cabral por mais de 30 anos. Aqui no Rio de Janeiro tivemos vários encontros, inclusive na nossa trajetória de início na Capoeira.

Participamos, juntos, de vários embates em defesa da capoeira enquanto esporte de criação nacional e ainda dos 21 anos de aniversário da Fundação Cultural Palmares.

Momentos de muitos debates, mas sempre com muito respeito. No momento em que caminhamos para completar 11 anos do registro do Ofício dos Mestres de Capoeira como Patrimônio Cultural do Brasil, perdemos mais uma biblioteca viva, que muito ainda poderia contribuir para a nossa capoeira.

Lamentamos profundamente a sua morte e que o Deus todo poderoso possa confortar os corações de seus familiares, amigos e alunos.

Segue abaixo a nota de pesar enviada pelo Mestre Luiz Paulo no Grupo da Salvaguarda da Capoeira do Brasil no WathsApp.

O MOVIMENTO NEGRO ESTÁ DE LUTO

É com pesar que recebemos no dia de hoje, a notícia de falecimento de Alcebíades Cabral.

Uma das principais lideranças da história do movimento negro capixaba, além de Mestre de Capoeira, Cabral foi um dos responsáveis pela consolidação do movimento negro contemporâneo e da capoeira no Espírito Santo, ainda no início dos anos 1980.

No Movimento Negro, Cabral contribuiu para a formação de várias organizações negras capixabas, mas, foi no Grupo de Capoeira Gangazumba que consolidou sua trajetória de luta e defesa intransigente do povo negro.

Cabral foi um dos organizadores de projetos como a “Descomemoração do Centenário da Abolição” em 1988, os debates “O negro e a constituinte” em 1988, o “Encontro de Negros Sul-Sudeste” em 1990, a “Visita de Nelson Mandela ao Espírito Santo” em 1991.

Foi um dos protagonistas pela “explosão da negritude capixaba” ainda nos anos 1980. Foi responsável por abrir caminhos, para muitos de nós, que chegamos depois.

Quando será o sepultamento?

Segundo informações dos familiares nas redes sociais, o corpo do Mestre Cabral será levado às 8 horas para o Cemitério Parque da Paz, na Ponta da Fruta, em Vila Velha.

Toda a comunidade da capoeira lamenta esta grande perda para a capoeira no Brasil e no mundo.

Descanse em paz grande Mestre Cabral.

Na foto Mestre Wellington, (SP); Mestre Cabral (ES – in memorian) ) e Mestre Caixote (RJ – in memorian)


Mestre Paulão Kikongo
De Mestre Paulão Kikongo setembro 23, 2019 22:42
Escreva um comentário

Sem comentários

Ainda sem comentários!

Deixe-me contar uma história triste! Ainda não há comentários, mas você pode ser o primeiro a comentar este artigo.

Escreva um comentário
Ver comentários

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*